domingo, 9 de novembro de 2014

Umlaut



Pense em algo Especial pra se ouvir ao fim do dia após uma jornada dura de trabalho este é o disco indicado.



domingo, 2 de junho de 2013

Chico César Discografia

                                      Chico César Aos Vivos Agora 2012


 Chico Cesar    Francisco Forró Y Frevo 2008

                       Chico César Cantos e encontros de uns tempos pra cá 2007

Chico Cesar   De Uns Tempos Pra Cá 2005 

                  Chico César e Zezo Ribeiro Brincadeira 2004  


Chico Cesar    Respeitem Meus Cabelos, Brancos 2002

Chico Cesar  Mama Mundi  2000 

Chico Cesar    Beleza Mano  1997

Chico Cesar   Cuscuz Clã 1996

Chico Cesar  Aos Vivos  1995 


                                                     Chico César    Aos Vivos 1994


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Vital Farias Discografia



No começo, em Taperoá
Vital Farias fez seus primeiros estudos em casa, com seus irmãos mais velhos, lendo folhetos de cordel, ainda na Pedra D'Água, sítio onde nasceu, no município de Taperoá - Paraíba. Logo depois, começou seus contatos com a cidade de Taperoá, onde cursou o primário no Grupo Escolar Felix Daltro. Fez exame de admissão e parte do ginásio na Escola Professor Minervino Cavalcanti, que funcionou no mesmo grupo escolar, idealizado pela então benfeitor e amigo de todos nós Dr. Adonias de Queirós Melo (dentista, homem de muito amor pelas causas educativas).

Ave de arribação
Migrou para João Pessoa para servir o exército brasileiro (15º Regimento de Infantaria), onde passou dez meses e quinze dias. Saindo do exército, continuou seus estudos no Lyceu Paraibano em plena ditadura militar. Nesse tempo já compunha e já se sentia um cantador, pois as suas origens reclamavam da cultura do seu povo e trazia nas suas memórias, desde criança, muitas cenas em Taperoá e nos sertões vizinhos da profunda covardia do sistema capitalista que esmaga e oprime o trabalhador. Mas, por força das circunstâncias "lei da sobrevivência" formou um conjunto de iê-iê-iê juntamente com Floriano, Cecílio Ramalho e Golinha ao estilo The Beatles, que na época incendiou com suas canções belíssimas o mundo inteiro. Apesar disso, Vital não se esqueceu das cantigas de seu povo, das ladainhas, das incelenças e cantilenas e paralelamente desenvolvia um trabalho onde contemplava suas origens.
Suando a camisa
Na década de 70 foi professor do estado, ministrando aulas de teoria e violão por música, tendo como orientador Fidja Siqueira, Pedro Santos, Gerardo Parentes, Bento da Gama, entre outros. Paulatinamente conviveu e participou no Teatro Santa Rosa de vários trabalhos teatrais: ora como músico, ora como ator, ora como criador. Realizou alguns trabalhos de cinema. Com essa experiência, anos depois já no eixo Rio-São Paulo participou do premiadíssimo filme O HOMEM QUE VIROU SUCO (primeiro lugar no festival internacional de Moscou-1981). Atuou como diretor musical e roteirista poético.
No Pau-de-Arara
Em 1975 rumou para o Rio de Janeiro. Lá chegando, participou da peça do Diretor Luis Mendonça LAMPIÃO NO INFERNO juntamente com Pedro Osmar, seu companheiro de viagem e ex-aluno, Elba Ramalho, Tânia Alves, Kátia de França Imara Reis, Tonico Pereira, Madame Satã, Hélio Guerra, Joel Barcelos, Walter Breda, Damilton Viana, entre outros. Por outro lado, seguia seu sonho de poeta-cantador, compondo, participando das questões sociais e políticas do Brasil, chegando a participar da peça GOTA DÁGUA, de Chico Buarque e Paulo Pontes, seu amigo. Continuou, como sempre, alimentando seu desejo. Fez vestibular na CESGRANRIO, onde foi aprovado para o curso da Faculdade de Música, onde se formou em 1981. Nesse espaço de tempo teve orientação de arranjo e regência com os professores e Maestros Radamés Gnatali e José Alves de Sousa, ex-padre e professor-diretor da faculdade de música.
Poucos, porém grandes parceiros
Vital, por ser um cantador bisexto,nunca teve muitas parcerias. A não ser com Livardo Alves, Jomar Souto, com a obra Eu sabia, Sabiá, isso na Parahyba e depois com Salgado Maranhão, já no Rio de Janeiro, onde morou na casa do estudante universitário em Botafogo. Só para não esquecer, a ditadura campeava cerceando direitos e maltratando quem fizesse a verdadeira arte cidadã neste país, sendo achacado, diversas vezes impedido de cantar certas obras, etc. etc. etc.
Aleluia, habemus disco
Em 1978 faz na Polygram seu primeiro LP (VITAL FARIAS). Laureado por toda crítica brasileira, inclusive pela maior autoridade da crítica especializada no país José Ramos Tinhorão - historiador e crítico do Jornal do Brasil. Durante todo esse tempo, Vital continuou lendo, debatendo, fazendo palestras, cantorias. Seu trabalho, como é do conhecimento de todos nós, é um trabalho polêmico no que concerne ao Humano, Social, Político, Ecológico etc.
O resto é de domínio público. (se quiser saber de tudo que aconteceu com Vital Farias, pergunte a DEUS...)
Taperoá - Parahyba - Nordeste - Brasil - América do Sul - Ocidente - Planeta Terra - Via Láctea –AMÉM
FONTE: http://www.vitalfarias.hpg.ig.com.br/bio.html
Download : Informativo Sobre Marte

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Sebastião Tapajós E Sua Guitarra Cósmica [1969]



 
Nascido em Santarém (PA), começou a tocar violão aos 9 anos, com o pai. Mais tarde mudou-se para Belém, onde se aprofundou no estudo do instrumento. Em 1964 partiu para Portugal, onde foi aluno do Conservatório Nacional de Música de Lisboa. Estudou também na Espanha e atuou como concertista na Europa. De volta ao Brasil, radicou-se,por muitos anos no Rio de Janeiro e passou a pesquisar ritmos e sons brasileiros, populares e folclóricos. Hoje vive novamente em Santarém. Não abandonou, entretanto, a carreira de concertista, tocando com orquestras sinfônicas.

Fontes:  

http://www.lastfm.com.br


domingo, 22 de julho de 2012

Mick Jagger Discografia





1940 - Basil Joseph Jagger se casa com Eva Mary Ensely Scutts.
1943 - Nasce Michael Phillip Jagger no dia 26 de julho em Dartford, Inglaterra.

1950 - Mick e Keith Richards moram na mesma quadra e estudam na mesma escola. Enquanto brincam em um parquinho, Mick pergunta a Keith o que ele quer ser quando crescer. Keith diz que quer ser como Roy Roger e tocar guitarra.

1955 - Mick estuda na Dartford Grammar School e conhece com Dick Taylor.

1957 - Mick se aproxima de Dick Taylor depois de descobrirem que os dois adoram blues. Nessa época discos americanos de Little Richards e Chuck Berry chegam à Inglaterra. Na escola Mick é chamado de preguiçoso e desobediente.

1959 - Primeiro ensaio do Little Boy Blue & the Blue Boys com La Bamba de Richie Valens. Em dezembro a banda faz sua primeira gravação com a música Round and Round de Chuck Berry. A banda é Mick no vocal, Bob Beckwith na guitarra, Dick Taylor na bateria e Alan Etherington nas maracas.

1960 - Keith Richards e Mick se reencontram no começo do ano. Logo Keith já está ensaiando e é convidado para se juntar à banda de Mick e Dick.

1961 - Bob e Mick começam a estudar na London School of Economics. Bob decide deixar a banda para se dedicar aos estudos, mas Mick decide deixar a faculdade para viver de música.

1962 - Depois de diversos shows pela Inglaterra, Mick Keith e seu novo amigo, Brian Jones, decidem formar "a melhor banda de blues do país". Brian Jones escolhe o nome The Rolling Stones em homenagem à música de Muddy Waters. Dick deixa a banda para estudar no The Royal College of Art e é substituído por Bill Wyman.

1963 - Em janeiro a banda recebe o baterista Charlie Watts. A banda lança seu primeiro single com Come On e I Wanna Be Loved. Brian tenta expulsar Mick da banda, mas os outros integrantes votam contra.

1964 - Assim como os Beatles, os Rolling Stones vão para os EUA para sua primeira turnê na América no Norte. Os Stones também vão ao programa Ed Sullivan, mas o comportamento da banda irrita o apresentador que jura nunca mais receber o grupo em seu palco.
1965 - A banda ainda lança (I can´t get no) Satisfaction. A música se torna hit instantâneo e chega ao primeiro lugar na parada da Billboard onde permanece por mais de três meses.

1966 - Os Stones lançam o álbum Aftermath e Mick começa a namorar a cantora Marianne Faithful que ainda é casada. Na metade do ano o single de Paint It Black alcança o topo da parada da Billboard.

1967 - Os Stones já são sucesso absoluto no mundo, e retornam ao programa de Ed Sullivan. Mick e Keith são presos com quatro comprimidos de anfetaminas. O júri levou seis minutos para declarar os dois culpados. Mick pega três meses e Keith um ano de prisão. O conservador NY Times escreve um editorial em defesa da banda.

1968 - Os Stones, e principalmente Mick Jagger colecionam polêmicas. A banda lança o álbum Beggar´s Banquet com a música Sympathy for the Devil. O grupo é acusado de satanismo.

1969 - Brian Jones é expulso da banda. Quase um mês depois a banda anuncia Mick Taylor como novo guitarrista. Dois dias antes da estréia do novo músico, Jones é encontrado morto. Apesar da tragédia, a banda faz um show no Hyde Park e solta milhares de borboletas brancas em homenagem a Brian Jones. Tentando repetir o sucesso do concerto do Hyde Park, os Stones são pivôs de um escândalo. No dia 6 de dezembro, durante um show gratuito nos EUA, um fã é morto a facadas. Contrariando todas as recomendações os Stones convidaram uma gangue de motoqueiros, os Hell´s Angels, para fazer a segurança da apresentação. O fato é considerado como o fim da era da Paz e Amor.

1970 - Se o sucesso dos Stones estava mais que consolidado, a banda ainda precisava de um contrato mais justo. A banda compõe às pressas a música Cocksucker Blues como um adeus pouco gentil à gravadora Decca.

1971 - O sucesso que os Rolling Stones conseguiram até o início da década fez da banda inglesa um sucesso mundial no rock. Mas a partir do rompimento com a Decca, Jagger e sua turma alcançam algo que provavelmente não imaginaram: virarem mega-astros internacionais. Principalmente porque a banda já não tinha no caminho o único competidor que impedia os Stones de ser a grupo mais popular do planeta. O fim dos Beatles deu início à era Rolling Stones. Na vida pessoal, depois de vários anos ao lado de Marianne Faithful, Jagger se casa com a ex-modelo nicaragüense Bianca Morena de Macias. No final do ano nasce Jade, única filha do casal que se divorciaria em 1980.

1975 - Depois de mais de cinco anos, Mick Taylor deixa os Stones alegando que não suporta a pressão de ser membro da banda mais popular do mundo. Rumores sobre a entrada de Ron Wood começam tomar as manchetes das revistas e jornais especializados, até que finalmente os Stones admitem a entrada do novo membro. Nascia a formação mais consistente dos Rolling Stones.

1981 - Nos últimos anos, Jagger está envolvido em diversos projetos paralelos como participações em álbuns de outros artistas e aparições em filmes. Em fevereiro Mick foge do set de filmagem do longa Fitzcarraldo, depois de cinco membros da equipe serem assassinados por guerrilheiros locais.

1984 - A participação de Jagger no álbum Victory dos Jacksons ajuda a impulsionar a banda de Michael Jackson. O álbum chega às primeiras posições das paradas americanas e britânicas. Ao contrário da imagem arredia de Mick Jagger, o astro continua vivendo com Jerry Hall com quem tem sua segunda filha, Elizabeth.

1988 - Completando quase 30 anos de carreira desde suas primeiras apresentações ainda com Dick Taylor, Jagger é alvo constante do que ele mesmo chamou de "oportunistas fracassados". Um dos casos mais notórios foi o processo que o astro sofreu por plágio. O músico norte-americano Patrick Alley entrou na justiça para provar que Just Another Night era de sua autoria. Alley perdeu a ação.
1992 - Jagger e Jerry Hall já estão casados há pouco mais de um ano, e a terceira filha do casal, Georgia May Ayeshaa nasce em janeiro. Jagger também consegue seu papel de maior destaque no cinema desde que estrelou o cult Ned Kelly sobre o bandido australiano. Mick contracena com Emilio Estevez na ficção futurista Freejack. Jagger dá vida ao vilão Vacendak e recebe elogios de todos os lados da crítica. Para completar o ano, o astro vira avô. Sua filha mais velha Jade dá a luz a seu primeiro neto.

1994 - O ano é histórico para os fãs brasileiros. O anúncio da turnê Voodoo Lounge inclui o Brasil em suas datas para o começo do ano seguinte. É a primeira vez que os Stones vêm ao país e a estrutura trazida fez da passagem de Jagger e sua turma o grande marco musical do Brasil na década de 90. A banda também apresenta nova formção, agora sem o baixista Bill Wyman que deixou o grupo no ano anterior.

1995 - Sob muita chuva e com um show fraquinho de Rita Lee, os Stones tomam o palco do Estádio do Pacaembu em São Paulo e do Maracanã no Rio, devolvendo as críticas de quem achou que a banda estava velha e já sem energia.

1998 - Depois de Jagger rasgar muitos elogios sobre o público brasileiro, os Rolling Stones incluem mais duas datas para o Brasil na turnê do novo álbum Bridges to Babylon. Os ingressos esgotados chegaram à cifra de 500 reais nas mãos de alguns cambistas.

1999 - Um escândalo se torna público e ganha as manchetes dos jornais de todo o país. A modelo Luciana Gimenez anuncia que está grávida de Mick Jagger. O menino nasce em maio e a apresentadora processa o cantor e o astro assume a paternidade. Cansada das constantes traições do marido, Jerry Hall pede o divórcio e termina uma união de mais de vinte anos.

2003 - Novamente Mick Jagger é alvo da imprensa brasileira. Em uma longa entrevista ao jornal britânico The Observer, Jagger afirma que considerou um erro ter tido um caso com Luciana. De acordo com Jagger "Ela não precisava me processar. Ela nem me deu a chance de dar a ela qualquer dinheiro".

Fonte: http://musica.terra.com.br


segunda-feira, 2 de julho de 2012

O Lendário Chucrobillyman Chicken Album [2008]



O Lendário ChucroBillyMan é um cara que tocar e faz tudo sozinho por isso não precisar paga cache extra para os músicos acompanhantes.Ele já esteve em nossa capital paraense"Belém"num   show antológico. 

Mel Azul Mel Azul [2011]


Bom mais um achado em particular não conheço este projeto encontrei na rede é só deixar o corpo bailar.